Sobre a ilustradora Beea Moreira

postado por Lorenna Guerra

Vou apresentar pra vocês mais uma daquelas ilustradoras fofas que deixam nosso dia bem mais cheio de amor. O nome dela é Bianca, mas a maioria das pessoas já conhecem como Beea Moreira. Ela nasceu em Poá, uma cidade no interior de São Paulo e também foi lá que cresceu e começou a se apaixonar por cores. Foi cursando a faculdade que decidiu se mudar pra capital, quando começou a trabalhar. Hoje, Beea tem 22 anos e decidiu se dedicar mais aos desenhos.


Fiz uma entrevista com a moça, assim, além de conhecer um pouco mais sobre o trabalho dela, podemos ficar mais próximas e entender como ela chegou até aqui. A Bianca foi uma fofa respondendo as perguntas, e eu espero que vocês gostem do post! 


1. Com quantos anos você percebeu que o que queria da vida era ilustrar?

Bom, eu sempre gostei de desenhar, passei uma fase – adolescência - meio desleixada, mas logo que comecei a universidade de Design de Moda o amor voltou. Sempre fiz isso como uma forma de hobbie, aqui e ali. Mas para ser sincera só decidi mesmo que iria arriscar tudo como ilustradora esse ano.


2. Seus desenhos são bem meigos, com traços suaves e muita delicadeza. O seu estilo sempre foi assim, ou você já passou por outra fase?

Ao contrario do que as pessoas pensam, eu não passei pela fase do manga, nunca fui muito fã, sempre fui de imaginar e desenhar. Meu traço mudou bastante nesses últimos anos, mas as pessoas sempre me diziam quando os viam: “que fofo”, então acho que sempre fui voltada pra esse lado mais delicado, ainda que tenha passado por muitas transformações.



3. Você se inspira em alguém, tem um ídolo? 

Tenho milhares, na verdade acho que quanto mais entro em redes como tumblr e deviantart mais acrescento a minha lista. É tanta gente incrível que as vezes tenho que parar, respirar e superar. Rs


4. Como você aprendeu a desenhar? Sempre foi boa nisso, ou no começo os seus desenhos eram diferentes? Já fez algum curso específico?

Meu brinquedo favorito na infância eram lápis de cor, sempre gostei de rabiscar coisas. Nunca me achei nada boa nesse quesito, mas sempre me fez bem, sempre foi meu hobbie, até mesmo quando não conseguia colocar no papel o que queria e os desenhos eram medonhos. Nunca fiz curso sério, a não ser algumas aulas na Universidade relacionadas à ilustração de moda, e alguns workshops aleatórios que adoro participar.


5. Sabe aqueles dias que a criatividade não vem e você não consegue criar nada? Já passou por algum desses dias improdutivos? O que fez pra passar?

Sempre há dias assim, e eles acontecem com mais frequência do que eu gostaria, confesso. Bom, eu geralmente tento parar de pensar fixamente na minha improdutividade, e vou ‘perder’ tempo fazendo coisas que me deixam feliz, como ver filmes, ler um livro, sair pra fotografar algo. E se caso nada disso funcionar, eu tenho uma pastinha de socorro enorme no pc chamada referencias, onde tenho várias coisas que gosto, isso geralmente funciona.



6. Alguma vez pensou em desistir? Por que?

Na verdade eu demorei para começar a me arriscar e sair mostrando meus rabiscos, pois achava que não daria certo. Mas desistir mesmo, acho difícil. Talvez tenha que recorrer a outros caminhos, mas sempre continuarei a desenhar pelo simples fato de ser feliz fazendo isso.


7. O que faz pra se manter inspirada?

Acho isso já coloquei um pouco ali em cima. Faço coisas que me deixam de bom humor e que me fazem bem. Ler, fotografar, assistir filme e series; e estou sempre curiando pelas mil redes que temos disponíveis por aqui.


8. Quando começou a vender seus desenhos? Como isso aconteceu? Alguém te procurou ou você decidiu arriscar e divulgou seu trabalho?

Eu nunca acreditei que as pessoas se interessariam pelos meus desenhos, sempre gostei de fazer, mas na maioria das vezes eram para amigos, familiares e etc. Eu tenho um blog onde sempre atualizei aleatoriamente com as coisas que faço, mas nada relevante. Até que este ano decidi montar uma fanpage, e foi ai que as coisas começaram a acontecer.




9. Aqui no blog, várias leitoras são apaixonadas por trabalhos assim e já recebi muitos comentários dizendo que já pensaram em seguir esse mesmo caminho. O que você tem a dizer a essas meninas, ou a quem já está com o pé na estrada mas ainda não teve reconhecimento?

Se você gosta mesmo, vai sem medo. Você vai sempre acabar tendo um retorno, uma critica ou algo que te sirva como combustível. E não desista! Claro que no começo, como tudo, é difícil. Eu não sou ainda mestra nesse quesito, estou só começando também, mas ser otimista funciona bastante, até mesmo quando tudo vai em contra. Mas se você não se arriscar nunca vai sair do lugar. Ah, e o mais importante, desenhe sempre. A pratica é essencial para melhorar. Então, mãos a obra, garotas!


10. Deixe um recado para as leitoras do Garotas Dizem.

Obrigada pela atenção, desculpe se me empolguei demais, tentei não entediar vocês, juro! E bom, espero que vocês tenham gostado dos meus rabiscos, qualquer coisas estou aqui sempre pelas redes sociais e adoro bater um papo. Beijos!

Gostou do post e quer continuar acompanhando o trabalho da Beea? Então curta a fanpage clicando aqui.

7 comentários:

  1. A Beea é incrivel e não canso de dizer isso. Um dos talentos mais fofos e lindos que tenho o prazer de admirar!

    ResponderExcluir
  2. Que legal Beea! Vi o começo no face e vim ler o post inteiro!! Seus desenhos são super fofos e você sempre foi criativa... Parabéns e que seu trabalho seja cada vez mais reconhecido! Bjs

    ResponderExcluir
  3. quanto amor nessas linhas *-*
    admiro muito quem tem esse talento \o
    lindas, perfeitas :)

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo post, os desenhos dela são lindos e delicados, bjs
    www.antestardedoquenunca1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Amo de paixão todos os desenhos da Beea, são todos muito lindos e fofos, alguns romanticos também... Todos perfeitos!
    Gostei do seu blog amada, seguindo! :p | http://meumundoeaassim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu to apaixonada por esses desenhos! Quem dera eu soubesse desenhar assim!

    http://opsthisisme.blogspot.com/

    ResponderExcluir

 
Voltar ao topo