Será que você é feminista?

postado por Lorenna Guerra

Você sabe o que é feminismo? Caso a resposta seja negativa, venho pedir para que leia um pouco sobre o assunto e tente entender o real significado da palavra. Esse texto pode ser sua porta de entrada, e caso no fim dele você descubra que é feminista ou que tem interesse em aprender mais sobre o assunto, vou me sentir muito orgulhosa por ter apresentado o movimento a alguém com intenções tão brilhantes.


Confesso que durante algum tempo me senti muito sozinha com minhas vontades e minha repulsa pelo machismo. Minha personalidade é bem forte, e eu não costumo ficar calada quando não concordo com a opinião de alguma pessoa, o que me levou a discutir sobre assuntos relacionados ao feminismo diversas vezes durante minha vida. Nunca aceitei alguém dizer que eu não era capaz e sempre me deixou mal ver que existem mulheres que aceitam as condições absurdas que homens machistas impõe sobre elas durante um relacionamento. O que eu também me deixa mal, é ver mulher se lamentando e desaprendendo a ser feliz sozinha, se você acompanha o blog a bastante tempo deve se lembrar de alguns textos que falavam sobre isso (texto 1 e texto 2, foram escritos em 2012, portanto não se enquadram totalmente no que acredito hoje). A pouquíssimo tempo descobri que era feminista, e a cada dia que passa sou mais apaixonada por tudo que isso envolve. Me faz bem, faz com que eu me sinta maravilhosamente feliz e útil.

Muitas pessoas se enganam ao pensar que ser feminista é sinônimo de "odiar os homens" ou que o feminismo é o contrário do machismo, e isso não é verdade. A pergunta é: Como você vai saber se tem ou não desejos e pensamentos feministas? No que nós realmente acreditamos? O que nós queremos realmente queremos? Já começo dizendo: O que faz de você feminista não é se apresentar como tal ou espalhar pro mundo inteiro que é a favor do movimento. Muitas meninas só descobrem que são, quando aprendem um pouco mais e percebem que o que elas já desejam há muito tempo é o mesmo que nós buscamos: Igualdade e equidade entre os gêneros. Portanto, se você acredita que homens e mulheres tem direitos iguais e devem, por exemplo, receber o mesmo salário caso ocupem cargos semelhantes. Sim, você é feminista.

Nós também acreditamos que somos donas dos nossos corpos, então, fazemos o que dá vontade e não abrimos espaço para julgamentos (como se fosse preciso). Se eu fico com alguém, se eu bebo, se eu uso uma saia curta ou um decote, se eu faço sexo, se eu me depilo, se eu tatuo uma nova frase, se eu coloco um novo piercing, não importa... o que eu faço do meu corpo é problema meu e apenas meu. E independente da situação (do quão bêbada eu estou, de que horas são, de que roupa estou vestindo) a culpa de um abuso sexual nunca será da vítima. A culpa sempre é do agressor, sendo ele um homem ou uma mulher.

Outro indício de que você é  feminista: Você não aceita o peso diferente que certas palavras e atitudes têm sobre homens e mulheres. E deixo aqui alguns exemplos: Se um homem pega três mulheres em uma noite, falam que ele é "pegador". Se uma mulher pega três homens em uma noite, falam que ela é... Se um homem dá encima da amiga de uma ex ficante, chamam ele de safado e insensível. Se uma mulher faz o mesmo, chamam ela de... Se você chama um homem de vagabundo, quer dizer que ele não trabalha. Se chama uma mulher de vagabunda...

A última questão que vou abordar é bem polêmica: o aborto. Peço que leiam com atenção pra não entender errado: Nós não somos a favor do aborto, ninguém é e ninguém quer passar por isso. Mas nós somos a favor da liberdade de escolha, achamos que cada mulher sabe o que é o melhor pra ela e para o seu futuro. Eu nunca abortaria, mas sou a favor da liberação antes da 12ª semana (quando ainda não existe atividade cerebral). Acredito que, ao contrário do que muitos pensam, isso não vai fazer com que o número de procedimentos como esse aumentem. Uma mulher que decide abortar não está bem, ela não vai desistir por ser uma clínica clandestina ou um remédio ilegal, mas ela poderia desistir caso conversasse com um médico ou com a família sobre isso. Com a legalização, teremos mais informação tanto para a prevenção, quanto durante as consultas que acontecem antes de qualquer procedimento cirúrgico. Você não acha que isso mudaria para melhor?

Se você se identificou com algumas coisas que falei aqui, acredite, você é feminista. E isso não também não te obrigada a usar a palavra quando for te descrever e não te priva de absolutamente nada. Ser feminista é acreditar que a mulher é a dona da sua própria vida. A escolha é sempre sua. Os direitos são sempre iguais.

Ps: Deixo aqui alguns links pra você que quer se aprofundar no assunto: Feminismo sem Demagogia, Feminismo pra que?, Feminiciantes, Blogueiras feministas

Esse post foi sugerido pela postagem coletiva do Rotaroots, cujo tema proposto era "Precisamos falar sobre o Feminismo".

3 comentários:

  1. Você disse tudo o que eu sentia! Quando eu falava para alguém que era feminista torciam o nariz para mim e achavam um absurdo. Mas só senti que o machismo dominava quando me mudei para São Paulo e ia para balada a hora que eu quisesse,com quem quisesse, e como quisesse. E as pessoas achavam um absurdo uma menina ir para a balada sozinha e ficar com quantos quiser na noite. Se eu quisesse pegar e achasse bonito eu pegava mesmo. Se eles podem porque eu não?
    E do aborto concordo com você, antes tirar a criança quando não tem uma atividade cerebral do que deixar ela em um saco de lixo na rua, como anda acontecendo frequentemente por ai. Se ela não está prepara e infelizmente aconteceu, acho que ela tem direito sim, o corpo é dela e somente dela. E garanto se o aborto fosse liberado menos mulheres morreriam pelo descaso que passam ao submeter com qualquer médico.
    Seu post está incrível. ♥
    www.maeeucresci.com

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi muita gente dizendo que feminismo era extremismo, e sempre tentei explicar. Muitas mulheres não sabem o que é feminismo e como nós podemos fazer tudo. A sensação é libertadora!

    Beijos!

    https://kledisse.wordpress.com/

    ResponderExcluir

 
Voltar ao topo